Nossa história

Fantástico Sur é uma empresa dedicada a atender a um tipo muito específico de viajantes: pessoas ativas e amantes da natureza.
Atualmente conta com quatro Refúgios de Montanha: Torre Central, Torre Norte, El Chileno e Los Cuernos; áreas de Camping associadas a cada Refúgio; Chalé de Montanha para 2 pessoas no setor de Los Cuernos e o Camping Serón localizado no início do Circuito Largo (Circuito Longo).

Porém nem sempre foi assim, nossa história de esforço e de visão começou há três décadas e marcou o início de uma das aventuras mais emblemáticas do Parque Nacional Torres del Paine. Vamos conhecê-la!

Em 1977, o conde italiano Guido Monzino, um dos primeiros a divulgar as Torres del Paine, escalou as montanhas nos anos 60. Ele fez uma doação de mais de 12.000 hectares ao Estado Chileno. A partir dai foram estabelecidos os atuais limites do Parque Nacional. A Estancia Cerro Paine estava em mãos de privados desde 1960.

A Estância Cerro Paine de 4.400 hectares, é a única propriedade privada no interior do Parque Nacional Torres del Paine. Desde 1979 pertence a uma tradicional família Croata, á família Kusanovic.

Quando o patriarca da família Antônio Kusanovic Senkovic comprou a estância, onde atualmente esta localizado o Hotel Las Torres e os Refúgios Torre Central e Torre Norte, não estava nos seus planos o turismo e sim criação de gado como era a sua tradição familiar. Porém a meados dos anos 80 começou a divulgação boca a boca de norte americanos e europeus falando desta belíssima região. Aos pouco foi aumentando o fluxo de turistas e lá pelos anos 1986 foi criado o primeiro camping, é foi desta forma, quase sem querer que passassem da criação de gado para a hotelaria.

Atualmente Torres del Paine Parque Nacional recebe mais de 150.000 visitantes por ano, vindos principalmente da Alemanha, França, Espanha, Inglaterra, Suécia, Suíça, Estados Unidos, Holanda, Polônia, Rússia, Chile, Argentina e Brasil. Estima-se que mais de 20.000 amantes do trekking passam pelo Circuito W a cada ano.